Seguidores

terça-feira, 7 de junho de 2011

Artesanato Tradicional




Por Lili Rebuá

Existem muitos de artesãos em Ubatuba, produzindo entalhe, trançado, cestaria e escultura em madeira. Os mais tradicionais utilizam cores vivas sobre peças de cerâmica ou madeira que modeladas e estruturadas com as mesmas formas desenvolvidas por seus antepassados, resultam em trabalhos mais vibrantes e alegres.
O comércio local é mais concentrado nas lojas do centro e nos “sertões” em pontos estratégicos por todo município.Ubatuba vem participando de feiras e exposições em vários Estados do Brasil, expondo seus trabalhos desenvolvida por várias gerações caiçara.

CESTARIA - Tamanhos variados com finalidades diferentes, os cestos são feitos de taquara, imbé e palha em tramas abertas ou fechadas dependendo da inspiração de quem faz. Em cada bairro há um tipo de trabalho. No Sertão da Quina a trama trabalhada é aberta e leve. No Sertão do Araribá, Almada e Ubatumirim, o trabalho e exclusivamente o cesto grande ou pequeno. No Ipiranguinha o forte é a peneira e no Perequê-Açú, as trabalhos é basicamente as cestinhas com tampa e abajures de vários modelos.


TRANÇADO - Os trabalhos trançados da região podem ser encontrados no Sertão da Quina, Toninhas, Itaguá, Morro das Moças, Marafunda e Ipiranguinha. O trançado feito de imbira é extraído da mata exigindo esforço no corte e o processo de secagem acabam encarecendo o trabalho. No mangue são extraídos a palha e a taboa e o resultados são porta-vasos, tapetes, redes etc.



MADEIRA - Os temas geralmente são inspirados na natureza, como as flores e animais.As imagens de santos são feitas em guacá, bicuíba, louro, cajarana e guairana. No bairro do Taquaral e Casanga são encontrados facões, foices, machados, gamelas, trabucos, machados, pilões e móveis rústicos. Enfim o artesanato em madeira ubatubano é basicamente composto em esculturas, entalhes e móveis rústicos.


ARTESANATO INDÍGENA - Há mais de 40 anos os índios guaranis expõem seus trabalhos artesanais na rodovia Rio-Santos, próximo à cachoeira do Promirim. São produtos como balaios, cestos, arco-e-flexa, machadinha, chocalhos, colares de penas, conchas e contas, utilizando o cipó, o imbé e a taquara. Recentemente a Prefeitura de Ubatuba vem analisando em conjunto com os índios da Aldeia Boa Vista, um projeto de aproveitamento do potencial da aldeia. A idéia é criar um receptivo turístico para a visitação do local e comercialização do artesanato ali produzido. A construção de um pequeno açude também servirá como atração.

Eleonora Menicucci fala sobre os abusos contra os estudantes contrários a reforma do governo Temer



 "A luta dos estudantes mostra que a resistência democrática continua cada vez mais ativa. Mesmo após as eleições municipais, que representaram uma derrota de toda a esquerda, o governo de Michel Temer  está longe de ter o domínio da situação política,"diz Eleonora. "A luta continua,sempre."






Símbolo da resistência

Ana Júlia discursou na quarta-feira (26) na tribuna da Assembleia Legislativa do Paraná para defender a legitimidade das ocupações de escolas como forma de luta pela qualidade da educação pública.
Segundo a ombudsman da Folha, uma espécie de ouvidora que atua sob a perspectiva dos leitores do jornal, a cobertura da imprensa é tímida para a dimensão da luta dos estudantes contra a reforma do ensino médio (MP 746) e contra a PEC 55 (antiga PEC 241) que congela investimentos na educação por 20 anos.

Do Canal O Mundo segundo Ana Roxo


Explicações simples para assuntos complexos 

Juíza usa sua própria história para desmascarar as falácias da tão propalada meritocracia.


"Petistas"




Como se fosse necessário ser "Petista" pra ser contra o golpe!


A indignação de duas senhoras contra Temer, fragadas pelo autor do vídeo que foram tachadas de "petistas". 

_________________________________________________________________________


No debate que ocorreu em londres 

Otavio Frias, da Folha de São Paulo chama a jornalista inglesa Sue Branford de "Petista".

_________________________________________________________________________________

Em Washington, Aloisio Nunes chama de "petistas" as manifestantes contra o golpe.


"Não é pelo partido é pela democracia!" Respondeu uma das mulheres.
  


_________________________________________________________________________________


Manifestante dá cusparada em jovem e xinga grupo por "aparentarem ser petistas". 


Click na imagem para ver a reportagem completa do site Pragmatismo Politico

"Nunca me senti tão humilhado!"

_________________________________________________________________________


Ou você é coxinha ou é petralha!


"Não consigo conversar com amigos que odeiam o PT", desabafa Moura em vídeo.

Beautiful!! Muy Bueno! Very nice! Very cool ! Bravo. :)