Seguidores

sexta-feira, 3 de julho de 2015

A Paz do Sonho


A Paz do Sonho
Esta poesia foi premiada no concurso de poesia da Fundart. A letra foi adaptada para música composta pelo meu parceiro Giasone. A ilustração é um desenho de minha autoria que guardei  desde dos anos 80. A poesia original chama-se "Sonhar em Paz".




Esta noite eu sonhei
com um barquinho de papelão
Ele partiu rasgando o mar devagarinho
Ficou distante nas águas sagrada
de Iemanjá..Ah, ah, ah...
Oh, oh, oh…
Foi sumindo,
sumindo,sumindo,sumindo,
sumiu!!!

Depois o sol foi surgindo 
assim bem de mansinho
Entre as gaivotas e os coqueirais
Ele tingiu o mar tão devagarinho
De vermelho as águas sagrada
de Iemanjá...Ah, ah, ah…
Oh, oh, oh…
Foi surgindo,
surgindo,surgindo,surgindo,
surgiu!!!

Esta noite eu sonhei,
mas esta noite eu sonhei
Esta noiteeu sonhei com um
barquinho de papelão
Ah, ah, ah...
Oh, oh. oh…


Letra e música: Lili Rebuá








Juíza usa sua própria história para desmascarar as falácias da tão propalada meritocracia.


Símbolo da resistência

Ana Júlia discursou na quarta-feira (26) na tribuna da Assembleia Legislativa do Paraná para defender a legitimidade das ocupações de escolas como forma de luta pela qualidade da educação pública.
Segundo a ombudsman da Folha, uma espécie de ouvidora que atua sob a perspectiva dos leitores do jornal, a cobertura da imprensa é tímida para a dimensão da luta dos estudantes contra a reforma do ensino médio (MP 746) e contra a PEC 55 (antiga PEC 241) que congela investimentos na educação por 20 anos.

Do Canal O Mundo segundo Ana Roxo


Explicações simples para assuntos complexos 

Beautiful!! Muy Bueno! Very nice! Very cool ! Bravo. :)